Skip to content

O lado podre da imprensa e a política no Brasil

21 de Outubro de 2010

Com a investigação da Polícia Federal sobre a violação, na Receita Federal, dos sigilos fiscais de Verônica Serra – filha do candidato José Serra (PSDB) – , do marido dela, Alexandre Bourgeois, além de Eduardo Jorge, vice-presidente do partido, chega a conhecimento público, mais uma vez, como se faz política em nosso país, com a ajuda do lado podre da imprensa.

No depoimento do jornalista Amaury Ribeiro Jr, ligado ao “grupo de inteligência” da pré- campanha da candidata Dilma Rousseff (PT), ficou confirmado que ele encomendou ao despachante Dirceu Rodrigues Garcia dados sobre declarações de renda das personagens acima citados.

Segundo Ribeiro Jr., tal levantamento de dados foi feito entre setembro e outubro de 2009, enquanto trabalhava como repórter do jornal o “Estado de Minas”, com a intenção de “proteger” o ex-governador, e agora senador eleito, Aécio Neves, de um possível dossiê que estava sendo elaborado na época por um grupo comandado pelo deputado federal Marcelo Itagiba (PSDB-RJ), ligado ao candidato Serra.

Após sua saída do jornal, o jornalista foi convidado pela inteligência do PT – que soube do levantamento dos dados – para trabalhar na equipe da campanha de Dilma. Em abril, ele foi a Brasília para um encontro com representantes do partido, com todas as despesas pagas, e que durante esse encontro teve os dados da receita federal roubados  por pessoas do PT do seu computador que estava no quarto do hotel.

Essas informações divulgadas mostram como é suja a luta pelo poder em nosso país. Não tem ética com o partido, não tem comprometimento. O importante é ter o poder, e não importa a maneira de consegui-lo. O importante é defender os próprios interesses.

Mas o que mais me preocupa nesse episódio é a postura do jornal mineiro. No momento que um funcionário de um jornal encomenda informações sigilosas de um órgão governamental para defender um político, onde fica a imparcialidade desse jornal? Onde fica a ética no jornalismo? O importante é apoiar e defender um político ou informar a população com isenção?

Texto com informações do Site Comunique-se e Folha On Line

3 comentários leave one →
  1. Ivan dos Santos Jr. permalink
    9 de Novembro de 2010 6:25 PM

    Foi uma farsa armada pela imprensa marrom filha da puta ! A polícia federal descobriu que foi gente ligada ao próprio PSDB quem violou os dados lá da fulana de tal. A Carta Capital já tinha faladao a respeito havia 4 meses.

  2. Rodrock permalink
    9 de Novembro de 2010 11:59 PM

    O moderador! Pode colocar palavrão nos cometários?

    • 10 de Novembro de 2010 10:10 AM

      Não estou aqui para censurar nenhum comentário (a não ser que ele seja desnecessáriamente gratuito e ofensivo). O palavrão pode ser uma forma de expressão. Agora cabe a quem está usando ter o bom senso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: