Skip to content

O fim do JB impresso

31 de Agosto de 2010

Hoje, dia de 31 de agosto de 2010, circula a última edição impressa do tradicional JB, o Jornal do Brasil. Com um passivo de R$ 800 milhões, em dívidas trabalhistas e fiscais, a diretoria do veículo resolveu acabar com edição impressa, ficando apenas, a partir do dia 1 de setembro, a versão on line, com acesso permitido apenas para assinantes.

O Jornal do Brasil, durante um tempo, foi a publicação mais influentes do país. Reuniu em sua redação vários nomes importantes da imprensa brasileira, como Rui Barbosa, Joaquim Nabuco, João Saldanha, Carlos Drummond de Andrade. Durante a Ditadura, criou uma maneira de driblar a censura e publicar matérias com denúncias sociais que mostravam o verdadeiro Brasil.

O diário, fundado em 1891, teve o seu auge durante os anos 60 do século XX, onde atingiu a marca de 230 mil exemplares vendidos aos domingos. Nos dias atuais, essa marca chegava a 30 mil exemplares.

Espero que o JB volte a ter a importância e a influência que um dia teve no cenário jornalístico brasileiro. Mesmo na versão digital.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: